• Contato
    Contato
    Lajeado - RS
    Rua Júlio de Castilho,917 - 1° andar - Centro
    Manhã:
    Tarde:
    Sábados:
    08:00h às 12:00h
    13:30h às 18:00h
    08:00h às 12:00h

Atendimento (51) 3729 7740 / 37297730
Segunda a Sábado

Perguntas Frequentes

Tire suas dúvidas na seção de Perguntas Frequentes. Se ainda assim precisar, fale com nosso suporte e procuraremos lhe atender da melhor.

Quero fazer uma avaliação. Quanto custa? Tenho que agendar?

Na Dental Premium a consulta de avaliação não tem custo nenhum e pode ser feita sem agendamento, de segunda à sexta das 8h às 18h e sábado das 8h às 12h. Nesta consulta o dentista lhe explicará suas necessidades de tratamento, o orçamento e suas formas de pagamento.

De quanto em quanto tempo preciso ir ao dentista?

Cada paciente tem seu tempo. O ideal é que se marque pelo menos uma consulta ao ano para revisão. Contudo, dependendo do caso, fazem-se necessárias consultas trimestrais ou semestrais. Siga a recomendação do seu cirurgião-dentista.

Vou fazer meu tratamento sempre com o mesmo dentista?

Depende do caso. A odontologia, assim como inúmeras outras profissões, possui áreas bem específicas. O profissional tende a especializar-se na área em que mais se identifica. Sendo assim, o paciente será encaminhado ao profissional responsável por aquela área para melhor conduzir o tratamento.

Quanto tempo vou ficar com o aparelho?

Essa pergunta é a mais frequente no ínicio do tratamento, justificada pela ansiedade normal do paciente. Contudo, não existe uma regra para definir tempo. Os exames solicitados (pasta) auxiliam na estimativa de tempo, mas outros fatores como cooperação do paciente, reposta do organismo frente ao estímulo do aparelho, faltas, dentre outros influenciam significativamente na duração do tratamento. Embora essas variáveis possam aumentar ou reduzir o tempo de tratamento, a maioria dos pacientes que usam aparelhos fixos ficam em média de 2 a 3 anos. Findo este tempo, o paciente retira o aparelho fixo e passa a usar o aparelho de contenção, que visa manter os dentes na posição conquistada pelo uso do aparelho.

Preciso extrair dentes, mas não quero ficar desdentada. O que pode ser feito?

O paciente dificilmente deixará a clínica sem dentes. Antes de extrair, iremos preparar uma prótese provisória, que será instalada imediatamente após a cirurgia. Ela vai satisfazer bem a questão estética e mastigatória do paciente.

Quanto tempo leva a minha prótese para ficar pronta?

O tempo para concluir o trabalho depende da complexidade do caso. O mais importante é o paciente ficar tranquilo, pois pelo menos com uma prótese provisória bem realizada ele sempre sairá da clínica, já na primeira consulta.

Tenho medo de sentir dor durante o atendimendo, vai doer?

Odontologia não dói. Atualmente contamos com inúmeros anestésicos com indicações para cada caso. Utilizando o anestésico correto, aliado com uma boa técnica anestésica, o procedimento certamente será indolor ao paciente, seja ele qual for.

Vou sentir dor após passar o efeito da anestesia?

Cada tratamento tem ou não necessidade de uso de medicamento após sua realização. O objetivo pode ser evitar um quadro infeccioso, amenizar o processo inflamatório ou simplesmente evitar a dor.

Quem precisa usar?

Qualquer pessoa que tenha os dentes tortos, que sofra com problemas respiratórios ou que sinta dificuldade para mastigar alimentos comuns (não só os mais duros).

Que aparelho é mais indicado?

Apenas o ortodontista (dentista especializado em correções) pode responder a esta questão. E ele deve ser certificado pelo Conselho Federal de Ortodontia (CFO).

Tem idade certa para começar?

A primeira visita ao consultório do especialista deve ser feita a partir dos 6 anos de idade. Mas nunca é tarde para realizar o sonho de ter um sorriso mais bonito. Com o avanço da tecnologia, dá para tratar pacientes desde os 3 anos até os 70 anos.

Quanto tempo demora?

Depende da gravidade do caso. A maioria dos tratamentos, porém, dura entre dois e três anos.

Custa caro?

O valor varia de acordo com o profissional escolhido e com os materiais utilizados. Mas é possível parcelar tanto o aparelho quanto a manutenção. E o gasto pode nem ser tão grande: há clínicas que cobram R$ 75* por mês. Consulte um ortodontista.

Como o aparelho fixo funciona?

O aparelho fixo movimenta os dentes pela aplicação de força. A peça que é colada no dente é chamada de bracket, é ele que permite que o ortodontista aplique uma determinada força nos dentes através dos arcos e acessórios. O arco é aquele fio metálico que passa pelos brackets e é o principal responsável pela movimentação dentária. Os arcos podem ter calibres diferentes e ser de ligas metálicas diferentes também, dependendo da função. As ligaduras são aquelas borrachinhas coloridas que servem para fixar o arco aos brackets que por sua vez estão colados nos dentes. É assim que o arco movimenta os dentes. Usando acessórios (molas e elásticos) e dobras no arco, o ortodontista consegue fazer com que os dentes se movimentem, corrigindo os problemas estéticos e funcionais da boca.

Qualquer pessoa pode fazer esse tipo de tratamento?

É necessário apenas que a pessoa tenha boa saúde bucal, sem cáries ou problemas periodontais (sangramento gengival, por exemplo). Se uma pessoa precisa de tratamento ortodôntico, ela deve antes fazer uma consulta com um dentista clínico para avaliar a saúde da boca.

Que exames eu preciso fazer para iniciar o tratamento?

São pedidas radiografias e fotografias da face e da dentição, além dos modelos em gesso das arcadas. Você faz toda esta documentação ortodôntica em um único lugar que é indicado pelo seu ortodontista.

Como os brackets são colados nos dentes?

Eles são colados com um material muito parecido com aquele usado para fazer restaurações da cor dos dentes: a Resina Composta. A Resina Composta causa algum dano ao esmalte dos dentes? Nenhum.

O arco é colocado no mesmo dia da colagem dos brackets?

Sim, para que o aparelho fique mais confortável. O ortodontista coloca o arco na posição e fixa aos brackets com as ligaduras de borracha.

Todo aparelho precisa das borrachinhas para prender o arco?

Não, existem os brackets auto-ligados que dispensam as ligaduras elásticas, pois o próprio bracket possui uma pequena peça metálica que fixa o arco:

Eu posso ter cáries ou manchas nos dentes por causa do aparelho?

Se houver cuidado com a higiene, não há problemas, basta seguir as orientações do seu ortodontista e usar corretamente a escova e o fio dental. A limpeza é mais difícil durante o tratamento, mas só depende de você ter os dentes sempre limpos e a gengiva livre de sangramentos desagradáveis.
O importante é limpar bem em volta dos brackets dando uma atenção especial à área mais próxima à gengiva. Siga as instruções abaixo:

Higiene Bucal
Use a escova de maneira que as cerdas entrem nos intervalos do aparelho fixo
Use a escova inter-dental para fazer a limpeza entre os brackets

Passe o fio dental pelo arco e limpe a face do dente próxima à gengiva

Ele machuca muito?

No início, enquanto as bochechas e lábios ainda não se acostumaram com ele, pode ser necessário usar a cera de proteção para evitar aftas. Ela impede que os brackets fiquem em atrito com a mucosa bucal. Depois do primeiro mês, geralmente a mucosa se adapta e o incômodo termina. Há ainda a situação em que os brackets são colados, mas o arco não é colocado. Neste caso, a boca pode se machucar mais.

Em média, quanto tempo dura o tratamento?

Normalmente dura em torno de dois anos, podendo variar de acordo com o caso. O prazo do tratamento só pode ser definido com precisão após a avaliação do ortodontista.

É verdade que se eu tiver consultas a cada quinze dias o tratamento avança mais rápido do que se as consultas forem mensais?

Ao movimentar os dentes, precisamos respeitar os limites biológicos para evitar lesões nas raízes. Se a solução fosse diminuir os intervalos entre as consultas, todos os ortodontistas estariam terminando seus casos em um ano ou menos. O importante é obter o resultado dentro do prazo proposto no início do tratamento e que este resultado tenha estabilidade. Consultas quinzenais ou mensais vão variar de acordo com o ortodontista, com o problema do cliente e com o estágio em que o tratamento se encontra.

/
Por que algumas pessoas precisam extrair um ou mais dentes antes do tratamento ortodôntico?

Simplificando, podemos dizer que as extrações são recomendadas quando não há osso suficiente para acomodar todos os dentes. O ortodontista vai decidir extrair ou não, dependendo do estudo do caso que é feito na documentação ortodôntica (radiografias, modelos, etc.). Extrair dentes é um ótimo recurso quando bem indicado, mas, se for mal planejado, pode comprometer o resultado. Por outro lado, não fazer as extrações quando é necessário também pode levar o tratamento ao fracasso.

Os dentes podem sair da posição depois que o aparelho fixo é removido? Eu vou precisar de aparelho móvel?

No momento em que cliente e ortodontista concordam que o resultado final foi alcançado, o aparelho fixo é desativado por aproximadamente seis meses a fim de permitir a recomposição do osso em torno das raízes dos dentes. Após este período, ele é removido e substituído pela placa de contenção (na arcada superior), que deverá ser usada para dormir durante um ano. Mais do que "segurar" os dentes no lugar, a placa de contenção serve como um gabarito da sua arcada ao final do tratamento. Se algum tempo depois ela não se adapta normalmente à sua boca, é por que alguma coisa saiu do lugar, certo? Nesta situação, o cliente vai entrar em contato com o ortodontista e marcar uma consulta o mais rápido possível para diagnosticar a causa do problema. Mas é importante frisar que a estabilidade do resultado é obtida com o aparelho fixo, a placa de contenção é um instrumento de controle do cliente.

A contenção inferior é fixa e colada por trás dos caninos inferiores mantendo os dentes firmes na posição já que esta área é bem mais instável que a superior.

Também é muito importante fazer ao menos uma consulta anual com o seu ortodontista para monitorar a estabilidade do caso e evitar surpresas desagradáveis como dentes saindo da posição.


© 2012 Dental Premium